"Que a vossa fé não se baseie na sabedoria dos homens, mas no poder de Deus." 1Cor 2,5
Mensagens de Dom Itamar Vian - 2016   
A TOCHA DA PAZ

Mais de dez mil atletas de todo o mundo disputarão 306 medalhas nos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos do Rio de Janeiro, de 5 a 21 de agosto. Enquanto os atletas se preparam para a maior competição do Planeta, a Tocha Olímpica - Tocha da Paz - passará por 327 cidades brasileiras, em 95 dias. A tocha simboliza a unidade dos povos, a paz que deve prevalecer no mundo.

OS GREGOS da Antiguidade mantinham fogos perpétuos na entrada dos seus principais templos. Este foi o caso do santuário de Olímpia, onde os Jogos Olímpicos da Antiguidade aconteciam. Um fogo permanente queimava diante da deusa Héstia, invocada como senhora do coração e da chama sagrada. O fogo, portanto, tinha significado divino.

A GRANDE curiosidade sobre o fogo olímpico é que ele não pode ser aceso de forma artificial, que utilize combustíveis para a queima. A chama é acesa pelos raios do sol com o uso da "skaphia" espécie de espelho côncavo que converge os raios para um ponto específico que acendem a grama seca depositada no interior do espelho, o que rende significado à sua pureza. Atualmente, a chama olímpica é acesa em frente ao templo de Hera.

SACERDOTISAS vestidas com túnicas no estilo grego antigo, conduzem todo o ritual: encostam o pavio da tocha no fogo e a repassam ao primeiro atleta corredor. Em 2016, a chama acesa na quinta-feira, 21 de abril, foi conduzida pelo atleta grego Lefteris Petrounias, que está classificado para os Jogos Olímpicos.

EM 2016, com a realização das Olimpíadas do Rio de Janeiro, os Jogos comemoram os seus 120 anos de história na Era Moderna. Contudo, mesmo passados milhares de anos dos Jogos da Antiguidade e mais de 100 anos do reinício das competições, a tradição é mantida a cada edição. A Chama Olímpica é um importante símbolo na história dos Jogos e representa a paz, a união e a amizade entre os povos.

RESGATAR o verdadeiro espírito olímpico, nos diferentes ambientes de nossa vida diária, ajuda a criar um clima favorável à solução de conflitos. Resgatar a essência do ideal olímpico poderia dar um toque diferente às ações egoístas, aos gestos competitivos e excludentes, à insensibilidade, substituindo o temor e o enfrentamento pela esperança, pela solidariedade e pela vivência do mandamento de Jesus: "Amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei" (Jo 13,34).





Clique aqui para retornar ao índice de Mensagens.









Brasão da Arquidiocese de Feira de Santana Secretaria da Arquidiocese de Feira de Santana
Avenida Getúlio Vargas, 394 - Centro
44001-192 Feira de Santana - Bahia, Brasil
Telefone: (75) 3623-2875 
Brasão do Arcebispo Dom Itamar Vian

 Copyright © Arquidiocese de Feira de Santana