Twitter Facebook YouTube Orkut Blog
"Que a vossa fé não se baseie na sabedoria dos homens, mas no poder de Deus." 1Cor 2,5
Faculdade Católica de Feira de Santana
Veja os subsídios da CF
Acesse a Rede Católica de Sites, Blogs, Twitters, etc.
Clique aqui e conheça a Fazenda da Esperança Irmã Dulce
Leia o Evangelho do Dia
Bíblia On-line
Ouça a Rádio Nossos Passos
Assista a TV Nossos Passos

 · Catedral de Sant'Ana
 · Cristo Redentor
 · São João Paulo II
 · Nossa Senhora das Graças
 · Nossa Senhora da Lapa
 · Nossa Sra. do Perpétuo Socorro
 · N. Sra. Conceição - Ouriçangas
 · São José Operário
 · Santo Antônio - Capuchinhos
 · Santo Antônio - Tanquinho
 · Senhor do Bonfim - Bonfim Feira
 · Senhor dos Passos


 · Faculdade Católica de Feira
 · Site oficial de Pe. Pedro Junior
 · Seminário Maior Santana Mestra

Visite o site Fé Católica
Acesse o site da Cantar Produções e Eventos


 Dom Itamar Vian lança seu trigésimo livro "PENSANDO BEM"

O Arcebispo Emérito de Feira de Santana Dom Itamar Vian, lança no dia 27 de setembro (quarta-feira), às 18 horas, na 10ª Feira do Livro de Feira de Santana, realizada na Praça João Barbosa de Carvalho (Praça do Fórum), seu trigésimo livro intitulado PENSANDO BEM - publicado por Paulinas Editora. São 49 parábolas sobre a arte de viver e conviver. Dos 30 livros escritos por dom Itamar, alguns em co-autoria e publicados em outros países, nove são de parábolas. O Arcebispo Metropolitano de Feira de Santana Dom Zanoni Demettino Castro na Apresentação da obra, afirma que o livro "Pensando bem é uma obra que anuncia a esperança, ensina a arte de viver e conviver. Seu texto, de fácil leitura e com temas relevantes para o nosso tempo, é capaz de dialogar com este mundo novo que desafia e nos faz perceber nele, como nos ensina o Concílio Vaticano II, as sementes do Verbo Encarnado, esse Deus de amor e misericórdia que nos ama e nos quer bem".

 Dia de Senhora Sant'Ana - Excelsa Padroeira - 26.07.2017 (Manhã)

Chegou o dia da grande festa da nossa Excelsa Padroeira Senhora Sant'Ana. Às 10:00 horas da manhã aconteceu a Solene Celebração Eucarística, Presidida pelo Exmo. Revmo. Dom Zanoni Demettino Castro, Arcebispo Metropolitano de Feira de Santana, presença do Arcebispo Emérito Dom Itamar Vian, tendo como Pregador da Festa o Exmo. Revmo. Dom Walmor Oliveira de Azevedo, Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte. (Foto: Edilson Pereira).

 Novenário da Festa de Sant'Ana - 9ª Noite (25.07.2017)

Aconteceu a nona noite do Novenário da Festa de Sant'Ana 2017, noite dedicada aos Devotos, aos Seminários Santana Mestra e Propedêutico, às Comissões de Sant'Ana e à Comissão da Festa 2017. A noite teve como pregador Dom Zanoni Demettino Castro, Arcebispo Metropolitano de Feira de Santana. O tema abordado foi "Bem-Aventurada aquela que acreditou." Foram homenageados o Portal Fé Católica, Seminário Maior Sant'Ana Mestra, Seminário Propedêutico Nossa Senhora da Providência, Faculdade Católica de Feira de Santana, Colaboradores e Amigos de Sant'Ana, Comissões passadas de Sant'Ana e Comissão da Festa 2017. (Foto: Edilson Pereira).

 Novenário da Festa de Sant'Ana - 7ª Noite (23.07.2017)

Com a presença do Arcebispo Metropolitano de Feira de Santana, Dom Zanoni Castro, aconteceu a sétima noite do Novenário da Festa de Sant'Ana 2017, noite dedicada às Santas Missões Populares, aos Ministérios Leigos e de Serviço. A noite teve como pregador Dom José Ruy Gonçalves Lopes, Bispo da Diocese de Jequié-BA. O tema abordado foi "Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre!" Foram homenageados a Pastoral Missionária, Pastoral da Acolhida, Comissões Paroquiais, Conselhos Paroquiais, Funcionários, Vila Olímpia, Parque das Acácias e as Paróquias da Forania III: Cidade Nova, Gabriela, Campo Limpo, João Paulo II, Conceição I e Queimadinha. (Foto: Edilson Pereira).

 Missa Solene pelo 55º Aniversário da Diocese de Feira de Santana - 21.07.17

No dia 21 de julho de 2017, a Diocese de Feira de Santana completou 55 anos de criação. Para marcar esta importante data, foi realizada na Paróquia da Catedral a Missa Solene às 17 horas, Presidida pelo Arcebispo Metropolitano Dom Zanoni Castro e concelebrada pelo Arcebispo Emérito Dom Itamar Vian, pelo pároco Pe. Arivaldo Aragão Vitória, vigários Pe Aristóteles da Silva, Pe. Jonilson Damasceno e vários presbíteros da Arquidiocese. (Foto: Edilson Pereira).

 Começou o Novenário da Festa de Sant'Ana - 1ª Noite (17.07.2017)

Com a Catedral Metropolitana de Feira de Santana repleta de fiéis, autoridades civis e religiosas, aconteceu a primeira noite do Novenário da Festa de Sant'Ana 2017, noite dedicada às Famílias e aos Motoristas. A Celebração Eucarística foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Feira de Santana, Dom Zanoni Demettino Castro e teve como pregador Dom Francisco Canindé Palhano, Bispo da Diocese de Senhor do Bonfim-BA. O tema abordado foi "Houve um casamento em Caná da Galileia e a mãe de Jesus estava presente." Foram homenageados o Encontro de Casais com Cristo, a Pastoral Familiar, Cursilho, os Motoristas e as paróquias São José das Itapororocas e Nossa Senhora dos Humildes. (Foto: Edilson Pereira).

 55º Aniversário da Diocese de Feira de Santana

No dia 21 de julho de 2017, a Diocese de Feira de Santana completou 55 anos. Para marcar esta importante data, a Paróquia da Catedral realizou uma Missa Solene que foi realizada às 17 horas na Catedral Metropolitana. A Diocese de Feira de Santana foi criada a 21 de julho de 1962 pela Bula "Quandoquidem novae" do Papa João XXIII (conforme Vaticano em Textos Fundamentais - Atos Oficiais da Santa Sé - Acta Apostolicae Sedis no ano de 1963 páginas 812 e 1070), desmembrada da Arquidiocese de São Salvador da Bahia. O primeiro bispo foi Dom Jackson Berenguer Prado (1962 - 1971). O segundo bispo foi Dom Silvério Jarbas Paulo de Albuquerque, OFM, (1973 -1995), o terceiro bispo Dom Itamar Vian, (1995- 2015) atual Arcebispo Emérito, pois, em 16 de janeiro de 2002, o Papa João Paulo II elevou a Igreja de Feira de Santana a categoria de Arquidiocese e o seu Bispo a dignidade de Arcebispo Metropolitano. Em 02 de dezembro de 2015, Dom Zanoni Demettino Castro, assumiu o governo da Arquidiocese com o seu lema episcopal: "Ecce Mitte Me".

 Solenidade de Corpus Christi 2017

Desde a madrugada do dia 15 de junho (quinta-feira) que muitas pessoas se dedicavam ao trabalho de ornamentar os caminhos para a passagem do Cristo Eucarístico. Iniciando na praça Padre Ovídio com a Santa Missa presidida pelo Arcebispo Metropolitano Dom Zanoni Demettino Castro, com a presença do Arcebispo Emérito Dom Itamar Vian, dezenas de presbíteros, diáconos, religiosos, religiosas e seminaristas, oriundos de todas as paróquias, milhares de fiéis se aglomeravam para participar desse momento especial. Em sua homilia, Dom Zanoni relembrou as palavras de Jesus quando disse na última ceia: "o pão que eu vou dar é a minha carne para que todos tenham vida". E observou: a Eucaristia não é um rito. É uma verdade, diante do corpo vivo de Jesus, transubstanciado, porque assim ele ordenou: "fazei isto em minha memória". Dom Zanoni também pediu ao Senhor que olhe para nossa cidade, para o nosso Brasil, diante de tantos males que prejudicam a humanidade. Após a celebração, milhares de fiéis seguiram em procissão, seguindo Jesus Eucarístico pelas principais avenidas da cidade, completamente ornamentadas com lindos tapetes.

 Esclarecimento Público do Conselho Presbiteral da Arquidiocese de Feira

A Arquidiocese de Feira de Santana, diante de reportagem veiculada pelo programa Ronda Policial da Rádio Subaé, sente-se no compromisso de esclarecer algumas falas proferidas pelo Padre Carlos Vianey, pelo bem da verdade, da justiça e da misericórdia. A Arquidiocese de Feira de Santana reitera seu compromisso com a verdade dos fatos e solicita a mesma postura dos órgãos de imprensa da nossa cidade e está sempre à disposição para todos os esclarecimentos que lhes fizerem necessárias. Clique aqui ou na imagem ao lado para ler a NOTA DE ESCLARECIMENTO na íntegra.

 Mensagem Semanal de Dom Itamar Vian

Leia a mensagem O SILÊNCIO DE DEUS de autoria do Arcebispo Emérito Dom Itamar Vian. "Como Deus pode existir se há tantas crianças condenadas à fome, à doenças incuráveis, à crueldade dos adultos? Por que Deus permite tanta violência, corrupção, homicídios e suicídios? O silêncio de Deus nos incomoda. Até Jesus experimentou o silêncio de Deus: "Meu Pai, meu Pai, por que me abandonaste?" (Mt 15,34). CERTA VEZ, indignado com o silêncio de Deus perante tanta injustiça, um homem entrou em uma igreja e, junto ao altar, pôs-se a gritar: Tanta maldade no mundo, e o Senhor não faz nada? Não reage à violência, à miséria, a tanto sofrimento de suas criaturas?". Deus quebrou o silêncio e respondeu: "Eu já fiz". "Como fez?" "Fez o quê?", indagou o homem revoltado. "Fiz você", disse Deus." Clique aqui e leia na íntegra a mensagem.

 Papa em Santa Marta: passar da vida morna ao anúncio de Jesus
Uma Igreja que tem medo de anunciar Jesus Cristo e afugentar os demônios, os ídolos, o outro senhor, que é o dinheiro, não é a Igreja de Jesus. O Papa Francisco na homilia da Missa celebrada no dia 22 de maio na Casa Santa Marta, indicou que muitas pessoas consagradas foram perseguidas por terem denunciado atitudes de mundanidade. Em sua homilia, o Pontífice comentou o capítulo dos Atos dos Apóstolos, que narra Paulo e Silas em Filipos. Uma escrava que tinha um espírito de adivinhação começou a segui-los e, gritando, os indicou como “servos de Deus”. Era um louvor, mas Paulo, sabendo que esta mulher estava possuída por um espírito maligno, um dia o expulsou. Paulo – notou o Papa – entendeu que “aquele não era o caminho da conversão daquela cidade, porque tudo permanecia tranquilo”. Todos aceitavam a doutrina, mas não havia conversões. Isto se repete na história da salvação: quando o povo de Deus estava tranquilo, não arriscava ou servia – não “digo aos ídolos” – mas “à mundanidade”, explica Francisco. Então o Senhor enviava os profetas que eram perseguidos “porque incomodavam”, como ocorreu com Paulo: ele entendeu o engano e mandou embora esse espírito que, apesar de dizer a verdade – isto é, que ele e Silas eram homens de Deus – no entanto, era “um espírito de torpor, que tornava a igreja morna”. “Na Igreja – afirma – quando alguém denuncia tantos modos de mundanidade é encarado com olhos tortos, não deve ser assim, melhor que se distancie”: “Eu lembro na minha terra, tantos, tantos homens e mulheres, consagrados bons, não ideólogos, mas que diziam: ‘Não, a Igreja de Jesus…’ – ‘Ele é comunista, fora!’, e os expulsavam, os perseguiam. Pensemos no beato Romero, não?, o que aconteceu por dizer a verdade. E muitos, muitos na história da Igreja, também aqui na Europa. Por quê? Porque o espírito maligno prefere uma Igreja tranquila sem riscos, uma Igreja dos negócios, uma Igreja cômoda, na comodidade do torpor, morna”. “Quando a Igreja está morna, tranquila, toda organizada, não existem problemas, mas olhem onde há negócios”, afirmou Francisco. Mas além do dinheiro, há outra palavra ressaltado pelo Pontífice, que é a “alegria”. Paulo e Silas são arrastados pelos patrões da escrava diante dos juízes, que ordenaram que fossem açoitados e levados à prisão. O carcereiro os leva para a parte mais escondida da prisão. Paulo e Silas cantavam. Por volta da meia-noite, há um forte tremor de terremoto e todas as portas da prisão se abrem. O carcereiro está para se matar antes que fosse assassinado por ter deixado os prisioneiros escaparem, mas Paulo o exorta a não se machucar, porque – disse – “estamos todos aqui”. Então o carcereiro pede explicações e se converte. Lava as feridas deles, é batizado e fica cheio de alegria”. “E este é o caminho da nossa conversão diária: passar de um estado de vida mundano, tranquilo, sem riscos, católico, sim, sim, mas assim, morno, a um estado de vida de verdadeiro anúncio de Jesus Cristo, à alegria do anúncio de Cristo. Passar de uma religiosidade que olha demasiado para os lucros para uma religiosidade de fé e de proclamação: ‘Jesus é o Senhor’”. “Uma Igreja sem mártires não dá nenhuma confiança; uma Igreja que não se arrisca provoca desconfiança; uma Igreja que tem medo de anunciar Jesus Cristo e afugentar os demônios, os ídolos, o outro senhor, que é o dinheiro, não é a Igreja de Jesus. Na oração pedimos a graça e também agradecemos o Senhor pela renovada juventude que nos dá com Jesus e pedimos a graça que ele mantenha esta renovada juventude. Esta Igreja de Filipos foi renovada e tornou-se uma Igreja jovem. Que todos nós tenhamos isso: uma renovada juventude, uma conversão do modo de viver morno ao anúncio alegre que Jesus é o Senhor”. Fonte: Rádio Vaticano

 Caminhada do Perdão no calendário oficial do município

O Prefeito Municipal de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho, acompanhado de alguns assessores, compareceu na manhã do dia 10 de maio de 2017, a Reunião do Clero da Arquidiocese de Feira de Santana, realizada na Faculdade Católica, com a presença do Arcebispo Metropolitano Dom Zanoni Demettino Castro. O objetivo da visita foi oficializar a sanção da Lei 3.680, de 24 de abril de 2017, que coloca a Caminhada do Perdão como um acontecimento oficial constante no calendário do Município de Feira de Santana. Também estava presente o vereador Roberto Tourinho, autor do projeto. Durante a última Caminhada do Perdão, realizada em 12 de março deste ano, o vereador Roberto Tourinho entregou ao Arcebispo metropolitano Dom Zanoni Desmettino Castro, o Projeto de Lei nº 27/2017, de sua autoria, que pleiteava incluir a Caminhada do Perdão no calendário oficial do Município. Segundo o Prefeito José Ronaldo, com a Lei sancionada o município tem respaldo legal para participar desse movimento cristão com mais segurança. Dom Zanoni completou dizendo que “a Caminhada do Perdão é um momento muito importante em que a Igreja é chamada a refletir a sua identidade e o seu compromisso com Deus”.

 Lançamento do livro "Maria, quem é essa Mulher?"

Durante o encerramento da Caminhada do Perdão 2017 na Praça da Matriz em Feira de Santana, foi lançado o livro "MARIA - QUEM É ESSA MULHER?" - de autoria do Arcebispo Emérito de Feira de Santana Dom Itamar Vian e Pe. Hipólito Gramosa. Neste tempo em que a Igreja Católica no Brasil celebra o "Ano Nacional Mariano", este livro é um apelo para continuarmos na escola da discípula fiel do Mestre Jesus Cristo para que, assim como ela, possamos ser fiéis discípulos e propagadores constantes dos ensinamentos do Senhor, para que sempre como Maria, possamos dizer: "Faça-se em mim segundo a Tua Palavra" (Jo 1,38). Esta obra pode ser encontrada nas livrarias da cidade, pelo valor de R$ 10,00 (dez reais) e toda renda será destinada ao Dispensário Santana.

 Caminhada do Perdão 2017


No dia 12 de março de 2017, a Arquidiocese de Feira de Santana realizou a 4ª edição da Caminhada do Perdão. O evento Caminhada do Perdão acontece durante a Quaresma e tornou-se um marco meditativo de penitência e oração. Com a participação de presbíteros, diáconos, religiosos, religiosas, seminaristas e milhares de pessoas vindas das 39 paróquias que compõem a Arquidiocese e de demais regiões, a caminhada teve início na Igreja Santo Antonio às 7 horas da manhã seguindo pelas principais avenidas até a Catedral Metropolitana de Sant 'Ana, onde realizou-se a celebração Eucarística, presidida pelo Arcebispo Metropolitano Dom Zanoni Demettino Castro e concelebrada pelo Arcebispo Emérito Dom Itamar Vian e demais presbíteros presentes. A cada ano o evento conta com a participação de um público bem maior, visto que, além da divulgação que foi feita pela equipe de organização, o próprio testemunho da caminhada anterior é um forte apelo para um trabalho bem mais participativo. Durante o percurso, haveram reflexões, cânticos, orações e momentos meditativos, onde vários sacerdotes, devidamente paramentados estiveram juntos à multidão, realizando confissões e interagindo com os presentes.

 Calendário: AGOSTO 2017    Horários das Missas Dominicais
Clique aqui para visualizar...
Acesse o Calendário Oficial Mensal da Arquidiocese de Feira de Santana para 2017 e fique por dentro do que acontece em nossa Igreja. Eventos, reuniões, viagens, encontros, comemorações, etc. [Leia...]
 
Clique aqui para visualizar...
A Arquidiocese de Feira de Santana disponibiliza uma página específica em seu web site com os horários das Celebrações Dominicais das paróquias da Sede - Forania Senhora Sant'Ana e Forania São Mateus. Os horários das Celebrações Dominicais poderão ser alterados a critério de cada Paróquia. Saiba os horários disponíveis!

 54º Aniversário de criação da Diocese de Feira de Santana

A Diocese de Feira de Santana foi criada a 21 de julho de 1962 pela Bula "Quandoquidem novae" do Papa João XXIII (conforme Vaticano em Textos Fundamentais - Atos Oficiais da Santa Sé - Acta Apostolicae Sedis no ano de 1963 páginas 812 e 1070), desmembrada da Arquidiocese de São Salvador da Bahia. O primeiro bispo foi Dom Jackson Berenguer Prado (1962 - 1971). O segundo bispo foi Dom Silvério Jarbas Paulo de Albuquerque, OFM, (1973 -1995), o terceiro bispo Dom Itamar Vian, (1995- 2015) atual Arcebispo Emérito, pois, em 16 de janeiro de 2002, o Papa João Paulo II elevou a Igreja de Feira de Santana a categoria de Arquidiocese e o seu Bispo a dignidade de Arcebispo Metropolitano. Em 02 de dezembro de 2015, Dom Zanoni Demettino Castro, assumiu o governo da Arquidiocese com o seu lema episcopal: "Ecce Mitte Me".

 Cursos da Faculdade Católica de Feira de Santana
Acesse o site da Faculdade Católica de Feira de Santana e conheça as novidades dos cursos de graduação, pós-graduação e especialização disponíveis. Atendimento pelos fones: (75) 3626-0977 | 3626-3529 | 98191-9161. www.catolicadefeira.com.br.

 Artigo de Dom Zononi Demettino Castro

Leia a mensagem EM QUE DEUS NÓS ACREDITAMOS? de autoria do Arcebispo Metropolitano Dom Zanoni Demettino Castro. "A nossa era está profundamente marcada por um processo de personalização, quando o indivíduo se torna o centro de tudo, o sujeito de direitos, decisões e ações; e, diante do mundo e dos outros, sua indiferença é preponderante. A emergência da subjetividade e o pluralismo são as características mais visíveis neste momento. Não vivemos mais num mundo, no qual as definições religiosas são aceitas por todos como verdades absolutas. Nesta nova cultura prevalece a autonomia do imanente que dispensa uma legitimação e inteligibilidade abrangente do universo. Esta realidade, chamada por Peter Berger em sua obra, O Dossel Sagrado de "crise de credibilidade", é, segundo ele, um dos sinais da secularização mais perceptíveis pelo homem comum. No entanto, essa cultura não pode ser definida como atéia, afirmando que Deus esteja ausente." Clique aqui e leia na íntegra a mensagem.

 Igreja se mobiliza para combater o mosquito Aedes aegypti
O Prefeito Municipal de Feira de Santana, Dr. José Ronaldo de Carvalho, reunido com o Arcebispo Metropolitano de Feira de Santana, Dom Zanoni Demettino Castro, firmaram uma parceria de conscientização e combate ao mosquito Aedes aegypti. Várias doenças são provenientes da picada do inseto, algumas com seqüelas irreversíveis. A ideia é que a Igreja se mobilize junto ao poder público, com um trabalho de conscientização nos espaços de celebrações e encontros mais amplos da Arquidiocese. Uma equipe de técnicos se fará presente nestes momentos celebrativos, prestando esclarecimentos sobre a abrangência e gravidade da proliferação do Mosquito Aedes Aegypti, e os meios de combatê-lo.

 Nova edição do livro - Perdão, Saúde e Fé (6ª edição)

Considerando que estamos no Ano da Misericórdia e diante de solicitação de livros por parte de diversas paróquias, Dom Zanoni e Dom Itamar resolveram fazer mais uma edição (6ª edição) do livro PERDÃO - SAÚDE E FÉ. As paróquias que desejam livros devem comunicar o número de exemplares, através do telefone (75) 3221-0567. Também, as pessoas que desejarem adquirir um exemplar, poderão procurar nas livrarias católicas da cidade ou na Secretaria da Arquidiocese de Feira de Santana, a um preço baixo e acessível. A renda é destinada ao Mosteiro das Irmãs Clarissas em nossa Arquidiocese.

 Arquidiocese de Feira de Santana constrói 184 novas Igrejas

Levantamento realizado nas 39 paróquias da Arquidiocese de Feira de Santana e divulgado em 08 de julho de 2014, revelou um dado surpreendente que mostra a fé dos católicos da região. Nos últimos dez anos, foram construídas 184 novas igrejas (capelas) na Arquidiocese. Além disso, o levantamento na arquidiocese tem 1.716 catequistas, 1.402 ministros extraordinários da comunhão eucarística e 652 comunidades.

 Estatísticas de Acesso
Contador de Acessos
Ativado em 25.05.2010
 Serviços Gratuitos

A Igreja Católica, em Feira de Santana, está prestando Serviço Jurídico Gratuito a pessoas que não tem condições de pagar honorários de advogados. Aqui são prestados serviços na área Trabalhista, Civil, Criminal e Familiar como: contratos, imóveis, indenizações, aposentadorias, pensões e até mesmo liminar para conseguir cirurgias. As pessoas que necessitam desses e outros serviços podem procurar o escritório, no horário de expediente - Praça João Barbosa de Carvalho, 86 (Praça do Fórum) – salas 18 e 19 – Edifício Promix – Centro, Feira de Santana – BA. Telefone (75) 3225-1459.

Ouça toda sexta o Programa Abrindo Caminhos
 E-mails para Contato

 · Arcebispo Metropolitano:
 · 
Arcebispo Emérito: di.vianfs@yahoo.com.br
 · 
Secretaria da Arquidiocese: secretaria@arquidiocese-fsa.org.br
 · Secretaria de Pastoral: sec-pastoral@arquidiocese-fsa.org.br
 · Pastoral da Comunicação Arquidiocesana: pascom@arquidiocese-fsa.org.br
 · Seminário Maior Santana Mestra: seminariomsmestra@arquidiocese-fsa.org.br
 · Seminário Propedêutico: propedeutico@arquidiocese-fsa.org.br
 · Faculdade Católica de Feira de Santana: secretaria@catolicadefeira.com.br


Brasão da Arquidiocese de Feira de Santana Secretaria da Arquidiocese de Feira de Santana
Avenida Getúlio Vargas, 394 - Centro
44001-192 Feira de Santana - Bahia, Brasil
Telefone: (75) 3623-2875 
Brasão do Arcebispo Dom Itamar Vian

 Copyright © Arquidiocese de Feira de Santana